O QUE É O AMOR?

A resposta padrão para essa pergunta seria: Um sentimento, o sentimento mais lindo que o ser humano tem.

Mas essa resposta conduz a alguns erros, que vamos desvendar agora:

O amor definitivamente não é um sentimento, mas sim um gerador de sentimentos. Amar nem sempre é algo natural e espontâneo como essa afirmação transparece e sim, fruto de uma decisão de agir em amor, independente de como estejamos nos sentindo num determinado dia, seja diante da pessoa com quem estamos lidando, seja da situação que estamos passando.

É decidir permanecer em um estilo de vida onde o amor é um elemento central e compartilha- lo em atitudes, sejam elas aparentemente pequenas ou grandes. É pensar como Jesus agiria e segui-lo, pois Ele é a definição mais perfeita do que é o amor.

Quando você decide amar do modo que Jesus ordena, Deus aperfeiçoa em você o amor que vem dele, e esse aperfeiçoamento é que gera sentimentos como compaixão, carinho, companheirismo, empatia, etc.

O amor perfeito é divino e por isso não é algo que vem da força de vontade humana. Amar do modo como fomos chamados para amar depende de uma capacitação que vem de Deus.

“se amarmos uns aos outros, Deus permanece em nós e o seu amor é, em nós aperfeiçoado”
(1 João 4.12)

Quando você decide amar, sua perspectiva muda, você muda, as pessoas à sua volta mudam, as coisas na sua vida mudam!

Amor não é uma energia ou sentimento. O verdadeiro amor é uma pessoa: JESUS.

QUEM É JESUS?

É muito importante, sempre que uma pergunta como essa vier à sua mente, que você tenha clareza que o homem não entenderá ou conhecerá Jesus sem recorrer à Palavra de Deus. Ela é nosso ponto de partida e de chegada.

Nela aprendemos que Jesus se apresentou ao mundo com diversas características que indicavam sua natureza e seu caráter:

Ele é o Senhor que supre. Mas supre o que? Tudo que você precisar, Ele preenche as lacunas de cada necessidade.

Ele é o médico dos médicos, ele é a cura! Pra tudo? Sim! Não há doença pequena demais ou grande demais para Jesus, o nome Dele está acima de qualquer limitação, seja ela física,

mental ou espiritual. Não há limites para sua operação. Nós temos limites, mas não devemos limitá-lo com base naquilo que conseguimos entender, lembre-se do início dessa conversa.

Ele é paz. Ele nos guia em paz e essa paz, quando é derramada no nosso interior, seja em que situação for, é o sinal verde para seguirmos em frente, sabendo que estamos então debaixo da sua direção.

Ele nos guia em amor, paciência e perdão sempre. Em Jesus não há condenação. Tenha certeza disso e não se permita acreditar em pensamentos contrários a essa verdade.

Ele é fiel e está sempre presente ao nosso lado. Ele é a nossa justiça. Ele é soberano sobre todas as coisas. Ele é o Senhor dos exércitos e ao mesmo tempo o nosso Pastor. Ele é completo: um Deus de excelência que protege e conduz. Permita que ele vá à frente e siga-o, sabendo que ele é o caminho, a verdade e a vida.

Ele é a nossa vitória. Na cruz do Calvário, Jesus derrotou o inferno e com isso conquistou toda a vitória que você necessita em todas as áreas da sua vida.

Ele é o grande Eu Sou, pois nele tudo já foi cumprido e nele encontramos nosso propósito. Nele nos tornamos quem realmente somos.

Somado a tudo isso, o que as Escrituras revelam por fim, é que Jesus é a imagem do Deus invisível, a segunda pessoa da Trindade, Deus feito em carne, o Messias esperado, o Salvador da humanidade. Portanto, se alguém deseja conhecer quem Deus é, qual é o seu caráter, qual é a sua vontade, basta ir aos Evangelhos e ver Jesus em ação.

O QUE NOS TORNAMOS NELE

Agora que você já sabe quem Deus é, revelado por meio de Jesus, é muito importante saber quem você se torna verdadeiramente quando decide andar em aliança com ele e como isso afeta todas as áreas da sua vida diariamente.

Quanto mais conhecemos o Pai, mais nos conhecemos, pois conhece-lo nos traz a consciência de como ele nos vê e nos dá a capacidade para vivermos além, em uma nova realidade, a realidade da Justiça de Deus.

Jesus veio como homem para pagar a dívida do pecado que todos os homens herdaram de Adão. Jesus se entregou na cruz para que eu e você fossemos livres de estarmos condenados a viver sob o peso do pecado, para nos elevar à condição de filhos do Rei.

Deus fez uma nova aliança com o homem, uma aliança firmada no sangue do seu filho Jesus, e, pelo seu amor, nos transformou em novas criaturas, justificados diante dele, livres da escravidão do pecado, com livre acesso ao Pai, com direito de viver em saúde plena, paz e alegria.

Fomos perdoados de nossos pecados passados, presentes e futuros, pois tudo que estamos conversando aqui foi conquistado na cruz, há dois mil anos atrás, onde tudo ainda era futuro!

Lembre-se sempre, não é sobre suas conquistas e sim sobre o que Jesus fez por você e o que você se torna e é capaz nele, na força do seu amor e não na sua própria força. Saiba que todos os privilégios de ser filho do Rei já estão disponíveis para você!

Essa é a realidade da justiça de Deus, conquistada por Jesus e derramada graciosamente sobre nós. E esse é um fundamento da nossa fé: não foi apenas pela salvação para irmos para o céu que Jesus morreu e ressuscitou, mas para que você tenha vida e vida em abundância, com livre acesso ao Pai.

Que possamos crescer cada dia mais na caminhada da fé com base nessa verdade, que nos ensina nossa real identidade e que nos posiciona igualmente a Cristo diante de Deus!

“Deus aceita as pessoas por meio da fé que elas têm em Jesus Cristo. É assim que ele trata todos os que creem, pois não existe nenhuma diferença entre as pessoas. Todos pecaram e estão afastados da presença gloriosa de Deus. Mas, pela sua graça e sem exigir nada, Deus aceita todos por meio de Cristo Jesus, que os salva. Deus ofereceu Cristo como sacrifício para que, pela sua morte na cruz, Cristo se tornasse o meio de as pessoas receberem o perdão dos seus pecados, pela fé nele. Deus quis mostrar com isso que ele é justo. No passado ele foi paciente e não castigou as pessoas por causa dos seus pecados; mas agora, pelo sacrifício de Cristo, Deus mostra que é justo. Assim ele é justo e aceita os que creem em Jesus. Será que temos motivo para ficarmos orgulhosos? De modo nenhum! E por que não? Será que é porque obedecemos à lei? Não; não é. É porque cremos em Cristo. Assim percebemos que a pessoa é aceita por Deus pela fé e não por fazer o que a lei manda.”
Romanos 3:22-28 (NTLH)

JESUS SE IMPORTA COM VOCÊ

Jesus não veio para instituir uma religião, sistema ou ideologia. Ele veio para restaurar o relacionamento do homem com Deus. Ele se importa com você, Ele sofreu e se entregou na cruz para que você tivesse livre acesso a Deus, em um relacionamento de filho com Pai.

Não importa onde você se encontre nesse momento da sua vida, Jesus morreu na cruz por você para que você fosse mais que vencedor, isso significa que ele venceu a luta e você pode

simplesmente usufruir da conquista dele. Não é pelo que você acha que é ou pelo que consegue fazer e sim pelo que Deus, em Cristo, já conquistou por você.

Deus tem uma aliança com você que é eterna e boa. Ele quer sempre te ter perto Dele e somente quer o seu bem.

Tenha certeza: nada que acontece de ruim na sua vida vem de Deus. Ele te ama profundamente e quer cuidar de você.

O inimigo tenta nos enganar lançando pensamentos ruins, criando situações adversas e deixando um bilhetinho: “foi Deus quem fez”. Mas temos que trazer à nossa mente que a natureza de Deus é boa e tudo que vem dele é bom.

Você é precioso, único e valioso aos olhos do Pai. Você nasceu com um propósito. Jesus te vê como uma obra prima das mãos dele em processo de construção.

Pare de olhar para você mesmo, para suas incapacidades e imperfeições. Comece a se ver como Deus te vê. Se ame, aceitando o amor dele por você. Se perdoe, mergulhando de cabeça no perdão incondicional que ele mesmo te concedeu e decida não permitir que nada além do amor de Deus e sua realidade reinem em sua vida.

“É impossível agradar a Deus a não ser pela fé. Por quê? Porque qualquer um que deseja se aproximar de Deus deve crer que Ele existe e que Se preocupa o bastante para atender aos que O procuram.”
(Hebreus 11:6)

UM NOVO COMEÇO

“Se você declarar com a sua boca,” Jesus é o Senhor “, e crer no seu coração
que Deus O ressuscitou dos mortos, você será salvo.
(Romanos 10: 9)

A salvação é um dom gratuito de Deus para nós e através dela nos tornamos Seus filhos.
É uma aceitação irrevogável na família de Deus e é uma capacitação para viver a vida total e plena, com o propósito de refletir Deus!

Você pode escolher segui-Lo agora mesmo, fazendo uma oração de rendição e entrega:

“Jesus, eu aceito o Seu amor, concedido a mim de forma incondicional pela sua maravilhosa graça e reconheço que você é o Filho do Deus Vivo, o salvador que que foi morto mas ressuscitou dos mortos, Deus verdadeiro que se fez carne e, a partir de agora, meu Senhor. Me ensina a receber diariamente do Seu amor, entregar meu coração ao Seu reinado, e assim viver de forma que o mundo conheça quem você é por meio da minha vida!

Eu creio que de agora em diante sou uma nova criatura e possuo uma nova realidade, uma realidade na qual sou justificado diante de Deus e na qual tenho vida abundante, a vida eterna, em nome de Jesus. Amém”.

Se você fez essa oração, queremos celebrar esse momento com você! Preencha seus dados abaixo e venha fazer parte da nossa família:

WALLPAPERS

Baixe nossos wallpapers personalizados da Marca do Amor

DESKTOP

MOBILE